O ALIMENTO É VIDA

O Método "IN VIVO"

Pretende, através da sua prática, prever e tratar o Ser Vivo, pela Saúde funcional e uma Alimentação personalizada focado no conceito de alimento terapêutico funcional e nutracêutico (nutrigenética), numa visão de saúde com vitalidade positiva.

Porque saúde não é apenas a ausência de doença, mas sim o resultado de diversas relações entre os sistemas orgânicos (sintomas físicos, mentais, emocionais), que podem estar na base do desequilíbrio que gera a doença.

Esta é uma forma de promover a saúde, porque ela desempenha um papel relevante na redução do risco de doenças crónicas e degenerativas.

  • Através de recursos como a nutracêutica (alimentos que proporcionam benefícios médicos e de saúde) com cuidados alimentares e terapêuticos, para fazer a eliminação dos desequilíbrios nutricionais, disfunções imunobiológicas e inflamatórias, alterações na produção de energia e ocorrência de stress oxidativo, desequilíbrios neuroendócrinos, problemas de destoxificação, desequilíbrios estruturais, e desequilíbrios corpo-mente-espírito.

O Método (significa caminho ou processo racional para atingir um dado fim) "IN VIVO" pretende criar um ciclo de vida mais saudável, pela cura do próprio corpo, através da prevenção e tratamento das desordens crónicas do organismo.

Nós somos seres de um sistema vivo," IN VIVO" (do Latim: dentro do vivo significa "que ocorre ou tem lugar dentro de um organismo". Em ciência, in vivo refere-se à experimentação feita dentro ou no tecido vivo de um organismo vivo).

O estudo da vida no corpo, pelo Método "IN VIVO" é o estudo da assimilação dinâmica dos nutrientes a favor de um "SER VIVO" total, em sintonia de preservação absoluta, usando a Nutrição Funcional, como um modo de vida saudável.

A nossa relação com o alimento é feita através dos campos energéticos do sistema humano e da substância que estamos a ingerir, isto é, o corpo é um laboratório que produz enzimas e é nelas que reside o poder da vida. As enzimas são proteínas vivas que levam a força vital para os nossos processos bioquímicos e metabólicos básicos, através de uma boa assimilação dos nutrientes e minerais dos alimentos.

Só uma alimentação saudável e rica de nutrientes vivos é capaz de garantir uma boa produção de enzimas, para que as reações químicas do corpo sejam feitas de forma seletiva, tais como a digestão, a respiração, o metabolismo e a manutenção dos tecidos, bem como uma boa assimilação de minerais de forma a suprir as necessidades funcionais do sistema nervoso e da mente para preservar a energia vital.

A alimentação funcional, enquadra os cinco princípios básicos da saúde integral

1. A individualidade bioquímica, porque a interação da nossa genética única, da nossa alimentação e dos elementos ambientais, modulam os nossos genes.

2. O tratamento centrado no paciente, onde o indivíduo é abordado como um todo, um conjunto de sistemas que se inter-relacionam e que são sujeitos aos fatores ambientais, emocionais, atividade física e hábitos de vida.

3. O equilíbrio nutricional e a biodisponibilidade de nutrientes, porque as quantidades de nutrientes adequadas ao bom funcionamento do corpo, geram uma boa absorção e aproveitamento pelas células.

4. A relação e interligação em teia, dos fatores fisiológicos, onde todas as funções do corpo estão interligadas.

Se houver disfunções dos sistemas, ocorre a doença.

5. A saúde com vitalidade positiva, porque saúde não é apenas a ausência de doença, mas sim o resultado de diversas relações entre os sistemas orgânicos (sintomas físicos, mentais, emocionais), que podem estar na base do desequilíbrio que gera a doença.

Após a primeira consulta, é feita uma avaliação rigorosa em que os meus pacientes tomam consciência de que a recuperação do corpo, ao eliminar um processo de doença, causa a chamada "crise da cura", isto é, agrava os sintomas.

Este é o sinal de que o corpo está a reagir e a aumentar a capacidade para lidar com as toxinas, infeções e produtos residuais que estão alojados no organismo, sobretudo no intestino, pâncreas, baço e fígado.

Na maioria dos processos a mudança ocorre após os primeiros vinte e um dias, tempo em que o Biorritmo do corpo começa a reorganizar-se para dar início à saúde com vitalidade.

Neste método, "IN VIVO" o programa de ALIMENTAÇÃO E SAÚDE FUNCIONAL é feito em 7 fases.

Nelas o corpo é levado a desencadear uma mudança de hábitos de vida, que vão desde a alimentação, horários de sono, atividade física, terapias de apoio complementares (o uso da argila, drenagem linfática, acupuntura, osteopatia, massagem de relaxamento) atitude emocional e convivência social.

Comer é um acto de amor para com o nosso corpo devemos comer para viver e não viver para comer.

Este é o Método IN VIVO, focado no "Vis Medicatrix Naturae"

  • Atualmente, no Hospital de St Louis, em Lisboa, este Método, é realizado como forma de tratamento e também desde Dezembro de 2017, com internamento de 3 dias para uma Destoxificação Metabólica.
  • As consultas de Avaliação Multifocal, são realizadas em parcerias com consultórios e clínicas especializadas, bem como O EPIGENETIC BIO PROFILER (avaliação de 9 campos do perfil metabólico usando apenas 3 folículos de cabelo)

Pesquisadora sobre fatores epigenéticos

Oradora, Autora literária e Cronista sobre qualidade de vida

REGISTO n.º 340/2015 - IN VIVO - NUTRIÇÃO FUNCIONAL
IGAC- protecção de autores

Ler mais: https://www.invivonutrifuncional.com.pt/

  • AVALIAÇÃO  EPIGENETICA E NATUROPATICA - SAÚDE FUNCIONAL
  • PLANO ALIMENTAR PERSONALIZADO 
  • DETOX DE MANTA TÉRMICA COM INFRAVERMELHOS
  • EMPLASTROS DE LAMAS TERAPÊUTICAS E OLIGOTERAPIA
  • MESOTERAPIA  VIRTUAL
  • DRENAGEM PROFUNDA (DRENAGEM MECÂNICA - PRESSOTERAPIA)
  • REFLEXOLOGIA PODAL
  • OSTEOPATIA CHINESA
  • THAI MASSAGE
  • AURICULOTERAPIA
  • ESTÉTICA FUNCIONAL
  • ESTÉTICA FUNCIONAL ESPECIALIZADA EM PELES NEGRAS